Home - Convergência Digital

Gammer: Uma profissão cada vez mais em alta no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 29/01/2019

Com cinco unidades instaladas nos bairros Alcântara, Campo Grande, Caxias, Madureira, Niterói e, em breve,na Tijuca, no Rio de Janeiro, e com previsão de abertura de uma unidade em Belo Horizonte, em Belo Horizonte, o Grupo ZION amplia o ensino de tecnologia voltada para games.

De acordo com o CEO, Leandro Moreira, entre os cursos mais procurados está o de DESIGNER GRÁFICO, onde o aluno vai aprender tudo sobre branding, desde criação e aplicação de logos, campanhas publicitárias, edição além das principais técnicas utilizadas no processo criativo dos mercados de Design.

Já no setor de TV E CINEMA, o aluno vai concluir o curso expert em edição, decupagem e videografismos, além de técnicas de roteirização, produção, direção, desenvolvimento de motion graphics, vinhetas e até efeitos visuais. Quem procurar pelo curso 3D vai receber noções de modelagem, texturização e iluminação de personagem.

Já na formação ZGames, o aluno se qualificará como GAME DESIGNER, aprendendo a desenvolver e comercializar jogos educativos e de ação, simuladores, treinamentos corporativos e até Realidade Virtual. Agora quem quer trabalhar com construção de site, o curso de WEB DESIGNER  vai transmitir todo o conhecimento desde o projeto até a publicação e administração na web.

Dados divulgados pela Newzoo mostram que o Brasil contava com cerca de 66,3 milhões de jogadores no ano passado. Os negócios nessa área movimentaram em torno de US$ 1,3 bilhão. Com isso, o País já é o 13º no ranking global e o número um entre os latino-americanos. Para este ano, segundo a pesquisa, serão 75,7 milhões de gamers que devem gerar US$ 1,5 bilhão em negócios.

A proposta do grupo ZION é fazer o aluno deixar de comprar jogos feitos para criar os seus epróprios. "Sempre sonhei com um um lugar onde se possa transformar a paixão e diversão em profissão. Essa é a nossa meta educacional", reforça Moreira.

Serviço:

Unidade Alcântara: Rua Silvio Romero, 50 - Alcantara, São Gonçalo - RJ. Contato: (21) 3856-2948.
Unidade Campo Grande: Rua Cel. Agostinho, 13 - Campo Grande, Rio de Janeiro - RJ . Contato: (21) 2411-8329.
Unidade Caxias: Rua José de Alvarenga, 562 - Centro, Duque de Caxias - RJ. Contato: (21) 4103-7293.
Unidade Madureira: Estrada do Portela, 57 - Madureira, Rio de Janeiro - RJ. Contato: (21) 2464-0052.
Unidade Niterói: Av. Visconde do Rio Branco, 243 - Centro, Niterói - RJ. Contato: (21) 3629-6777.
Tijuca: (21) 3828-0577
Belo Horizonte: (31) 3519-7089

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/08/2019
Bolsonaro reduz impostos sobre jogos eletrônicos. Zona Franca reage

30/07/2019
Tencent e Qualcomm negociam chips para jogos em 5G

30/01/2019
Empresa americana, dona do Bolsomito 2k18, comunica à Justiça o fim da venda do game

29/01/2019
Gammer: Uma profissão cada vez mais em alta no Brasil

26/10/2018
MPF quer retirada do ar de jogo em que Bolsonaro espanca direitos humanos

11/10/2018
MP do Distrito Federal exige retirada do mercado de game pró-Bolsonaro

10/09/2018
Cultura promete R$ 100 milhões e política de incentivo a jogos eletrônicos

28/08/2018
Procura por estágio em jogos eletrônicos cresce 13% no Brasil

14/08/2018
Olimpíada digital de matemática quer a participação de 100 mil brasileiros

27/04/2018
Maratona de desenvolvimento de jogos acontece em quatro cidades brasileiras

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Agile reescreve a carreira do desenvolvedor de software

Ao mudar a entrega dos serviços – quebrando a prática dos longos projetos –, a metodologia também exige novos profissionais.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site