Home - Convergência Digital

Dell terá novo presidente no Brasil. Luis Gonçalves vai para América Latina

Convergência Digital - 18/08/2020

Luis Gonçalves é novo líder da Dell na América Latina, em substituição a Diego Majdalani, que assume nova posição como Presidente de Canais para Mercados Internacionais (América Latina, Europa, Oriente Médio e África, Ásia- Pacífico e Grande China). O nome do novo responsável pela operação no Brasil será divulgado nas próximas semanas.

Gonçalves atua na Dell desde 1999, sendo um dos primeiros funcionários contratados pela operação brasileira. Desde 2014, lidera a subsidiária no país e, antes disso, foi também diretor-geral das unidades da Dell no México (2011-2013) e no Chile e Bolívia (2009-2011). Na nova função, Gonçalves será responsável por mais de 40 países da região latina, reportando-se a Aongus Hegarty, Presidente da Dell para Mercados Internacionais.

"Luis conhece os desafios do mercado latino-americano como poucos e teve uma atuação impactante no Brasil, onde, durante sua gestão, a Dell conquistou a liderança em todos os mercados relevantes em que atua. Estou certo de que ele elevará a América Latina para um novo patamar de excelência", afirma Hegarty. "A Dell tem orgulho de ver os profissionais da região em posições de destaque internacional. Em sua nova posição, Diego trará para a estratégia de Canais das demais regiões todo sua expertise em inovação e liderança de um dos mercados mais desafiadores", finaliza o executivo.

 Luis Gonçalves tem mais de 25 anos de experiência na indústria de TI, onde iniciou como Gerente de Vendas da Gradiente, primeira aliança comercial da Nokia no Brasil antes de se juntar à Dell. O executivo é graduado em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie, com pós-graduação em Negócios e MBA pela Fundação Getúlio Vargas e extensão internacional na McCombs School of Business da Universidade do Texas, Estados Unidos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/11/2020
Dell:Teletrabalho turbina melhor venda de notebooks da década

17/11/2020
Covid-19 repaginou o papel do PC e 5G entra na estratégia corporativa

17/11/2020
Transformação digital: quase três em cada 10 empresas temem morrer em dois anos no Brasil

05/10/2020
Diego Puerta é o novo presidente da Dell no Brasil

18/08/2020
Dell terá novo presidente no Brasil. Luis Gonçalves vai para América Latina

05/05/2020
Dell Technologies define nova era do storage e anuncia produção local do PowerStore

05/03/2020
Provas de conceito com data centers impulsiona centro de soluções da Dell

05/03/2020
Dell: produção está mantida e repasse da alta do dólar vai acontecer

18/02/2020
Dell vende RSA por US$ 2,08 bi e se desfaz de mais um ativo da EMC

01/10/2019
Michael Dell: É impossível definir como será a TI daqui a 15 anos

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Muito além do modismo. Muito prazer, Python!

Por Guilherme Lima*

Além de aumentar a produtividade do desenvolvedor, muitas vezes, a linguagem Python vai além de linguagens compiladas ou estaticamente tipadas, como C, C ++ e Java. É importante lembrar que o código Python tem, normalmente, de um terço a um quinto do tamanho do código C ++ ou Java, por exemplo. Isso significa que há menos para digitar, depurar e menos para manter após o fato.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site