INOVAÇÃO

Eu sou a Glória e fui criada para combater a violência contra as mulheres

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 25/04/2019 ... Convergência Digital

A cada duas horas morre uma mulher no Brasil por conta da violência. A cada dois minutos, a Lei Maria da Penha é acionada e a cada nove minutos, uma menina é estuprada. Os dados são assustadores e a tecnologia está sendo usada como ferramenta para combater a violência. No Brasscom TecFórum, a professora Cristina Castro-Lucas apresentou a Glória, uma plataforma de Inteligência Artificial, criada por empresas brasileiras, que tem a missão de ouvir e atender as pessoas violentadas.

"A Gloria foi criada em dezembro. Ainda estamos aprendendo muito, mas o nosso desafio é tirar o viés de análise de qualquer procura feita por uma pessoa atingida pela violência. Queremos chegar a 20 milhões de atendimento até o final do ano, mas isso é apenas 10% da população. Queremos mais e mais. A Glória não tem dono. Ela é voltada à transformação social", explica em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, a professora Cristina Castro-Lucas, que apresentou a Glória no Brasscom TecFórum.

A plataforma Glória terá a missão ainda de gerar dados para o governo e entidades voltadas ao combate à violência contra mulheres. A iniciativa reuniu cinco empresas:  Ink Inspira, a Seedin, a Qubo, a BlockForce e a Free Free, todas startups e voltadas à análise de dados e blockchain. Para expandir a ferramenta, a professora Cristina Castro-Lucas diz que vai abrir uma crownfunding. "Esse sonho nosso tem de ser coletivo", ressalta. Assistam a entrevista.


Cloud Computing
Covid-19: Em três meses, governo brasileiro fez mais pelo digital do que em 2019

“As diferentes organizações estão acelerando mais nos últimos três meses do que em todo o último ano”, aponta o diretor de setor público da Amazon Web Services (AWS) para a América Latina, Canadá e Caribe, Jeff Kratz. 


Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.

Open Banking faz XP ir às compras no Brasil

XP anunciou a aquisição de participação majoritária na fintech Fliper, responsável, hoje, por mapear R$ 7 bilhões lem investimentos na sua plataforma.

Software livre venceu e desapareceu. Agora tudo é serviço.

Como lembrou o cientista e professor Sílvio Meira, ao participar do Convergência Digital em Pauta, até o Windows passou a rodar sobre fundação Linux.  O mundo, hoje, é de quem tem o serviço como diferencial de concorrência.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G