Home - Convergência Digital

Tencent e Qualcomm negociam chips para jogos em 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 30/07/2019

A Qualcomm e a Tencent Holdings anunciaram que vão cooperar em projetos que incluam a possibilidade de tornar os videogames da empresa chinesa melhores em aparelhos com chips Qualcomm, e criar uma versão 5G de um software compatível com um telefone para jogos da Tencent.     

A Qualcomm é a maior fornecedora de chips para telefones celulares que alimentam muitos dispositivos Android. Com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 453 bilhões, a Tencent é a maior empresa de software para dispositivo móvel da China e é proprietária da rede social WeChat. 

Pelo acordo, os futuros jogos da Tencent poderiam ser “otimizados” para telefones Android que rodam chips de videogames Snapdragon Elite da Qualcomm, disseram as companhias em um comunicado.     

Eles já trabalharam juntos em um telefone de jogos. No início deste mês, a Tencent emparelhou-se com a divisão de dispositivos para jogos da Asustek Computer, Republic of Games, para introduzir um telefone para jogos com um chip da Qualcomm.     

A Tencent e a Qualcomm também planejam desenvolver em conjunto uma versão 5G do telefone para jogos, o que poderia ajudar a reforçar os planos da Tencent para um serviço de streaming de jogos.     

As velocidades de conexão mais rápidas de dispositivos 5G podem permitir o streaming de jogos mais complexos para dispositivos móveis. A Microsoft, empresa sediada nos EUA, e o Google, da Alphabet, também lançaram serviços de streaming de jogos.      

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2020
TST adota aplicativos de mensagens para conciliar patrões e empregados

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

18/05/2020
MPF quer que STF autorize acesso a dados de celular sem ordem judicial

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

14/05/2020
LGPD faz falta para cuidar da privacidade no uso de dados na Covid-19

13/05/2020
TJSP revê decisão e autoriza monitoramento de celular para controle da Covid-19

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Dispara número de estados e municípios que usam dados celulares na Covid-19

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site