Clicky

GOVERNO

Reestruturação do ITI inclui certificação digital para dispositivos móveis

Luís Osvaldo Grossmann ... 09/02/2017 ... Convergência Digital

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação voltou à Casa Civil ainda no fim do ano passado e agora ganhou uma nova estrutura, publicada nesta quinta, 9/2, no Diário Oficial da União. A organização em si muda pouco, mas o Decreto coma nova estrutura traz uma novidade: o estímulo ao uso da certificação digital em dispositivos móveis. 

“Desde a ida para o MCTIC e a volta para a Casa Civil estávamos trabalhando nessa reestruturação. E um dos pontos foi fortalecer o uso da certificação mobile dentro da administração federal, que por um lado incorpora algo que a gente já acompanhava e também indica o incentivo que se pretende nessa utilização”, diz o presidente do ITI, Renato Martini. 

Em boa medida, o Decreto 8.985 publicado nesta quinta ajusta a estrutura do ITI a uma redução de 41 para 40 no número de pessoal, mas entre as competências do órgão fica incluída “fomentar o uso de certificado digital através de dispositivos móveis para toda a administração pública federal”.


STF decide julgar compartilhamento de dados no Governo sem aval judicial

Caso envolve o compartilhamento de dados entre o Ministério Público Eleitoral, Receita Federal e Tribunal Superior Eleitoral. Para o presidente do STF, Luiz Fux, a Corte vai decidir sobre o direito à privacidade, incluído o sigilo fiscal e bancário, sem a autorização prévia judicial.

Bolsonaro recoloca Jarbas Valente no comando da Telebras

Ex-conselheiro e vice-presidente da Anatel deixou a estatal para ser substituído por Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, em abril de 2019, mas, agora, retoma à companhia com a nomeação do coronel para a direção da Agência Nacional de Proteção de Dados.

BNDES vai pagar R$ 8 milhões para preparar a venda do Serpro e da Dataprev

Consórcio vencedor reúne Accenture, a multinacional de RP Burson-Marsteller e o escritório Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados.

Governo alega prejuízo de R$ 10 bi e vai ao STF contra desoneração da folha

Benefício, que acabaria este ano, foi prorrogado para dezembro de 2021, por decisão do Congresso Nacional, que derrubou o veto do governo. A desoneração da folha é considerada essencial para as empresas de TI e Telecom. Governo diz que medida é inconstitucional.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G