Home - Convergência Digital

Coronavírus faz Ericsson desistir do Mobile World Congress. GSMA garante o evento

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 07/02/2020

O Coronavírus assusta o mundo e causa estrago no maior evento de Telecomunicações, o Mobile World Congress, que acontecerá de 24 a 27 de feveiro, em Barcelona, com a participação de mais de 100 mil pessoas. A Ericsson comunicou nesta sexta-feira, 07/02, que desistiu de participar doevento anual da GSMA. A fabricante sueca justifica a sua decisão uma vez que "a saúde e segurança dos funcionários e clientes não pode ser garantida" no evento. A saída da Ericsson é considerável, já que a empresa é uma das principais patrocinadoras. Em resposta, a GSMA afirmou que lamenta a decisão da companhia, mas que a realização do evento continua confirmada.

A Ericsson declarou que tem monitorado de perto o desenvolvimento da epidemia, e aderiu às recomendações de autoridades nacionais e entidades internacionais como a Organização Mundial de Saúde (OMS), já tomando "uma série de medidas de precaução" para garantir a saúde e segurança dos profissionais e minimizar o impacto das operações e, por isso, a decisão de desistir do MWC. A empresa admite que não foi uma decisão fácil, mas que foi a possível para o momento.

A GSMA, organizadora do MWC, em comunicado lamentou a decisão da Ericsson e garantiu que o evento está confirmado. A entidade revela que mantém contatos com as outras empresas participantes para discutir medidas de prevenção a serem adotadas. Revela que há empresas antecipando a chegada na Espanha para assegura uma 'autoquarentena'. Além da Ericsson, a LG e a ZTE também cancelaram presença no Mobile World Congress.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/06/2020
Verizon e AT&T admitem que venderiam 5G fixo que 'nem água' por conta da Covid-19

01/06/2020
CPQD se filia à consórcio de inovação aberta para o 5G

27/05/2020
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

27/05/2020
Coronavírus atrasa entrega de telefones 5G e impacta venda global de celulares

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

08/05/2020
Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site