INOVAÇÃO

Oi Futuro e Sebrae lançam edital de aceleração para empreendedores

Convergência Digital ... 12/12/2019 ... Convergência Digital

O Oi Futuro e o Sebrae RJ lançaram nesta quinta-feira, 12/12, o Edital Labora + Sebrae, voltado para empreendedores que usam a tecnologia em negócios que geram soluções escaláveis para as questões sociais e ambientais. O ciclo de aceleração vai selecionar até 20 negócios de impacto social para receberem apoio técnico - com workshops coletivos, consultorias customizadas e mentorias individualizadas em gestão e tecnologia por seis meses. Além de terem acesso gratuito ao espaço de coworking do Lab Oi Futuro, as três startups mais bem avaliadas poderão concorrer a prêmios de até R$ 25 mil no final do programa.

Empreendedores de todo o país podem se inscrever pelo site do Oi Futuro: www.oifuturo.org.br/editais, de 06 a 24 de janeiro de 2020. Para participar, os negócios devem atender às seguintes premissas:

·Ter como centralidade de seu negócio a geração de impacto social e/ou ambiental positivo na sociedade, solucionando algum problema coletivo;

·Demonstrar capacidade de geração de receita, mesmo que tendo realizado ainda poucas vendas;

·Ter expectativa de impulsionar seu crescimento por meio do uso da tecnologia e da melhoria da gestão;

·Estar baseado ou ter impacto no estado do Rio de Janeiro;

·Estar disponível para participar das etapas presenciais no Rio de Janeiro (capital);

“Com o Edital Labora + Sebrae, o Oi Futuro pretende fortalecer o ecossistema do empreendedorismo de impacto social no Brasil, estimulando boas ideias que colocam a tecnologia a serviço da inclusão, da diversidade e da sustentabilidade”, diz Carla Uller, gerente executiva de Educação, Inovação Social e Comunicação do Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi.

Com seis meses de duração, o ciclo de aceleração é composto de mentorias, consultorias e workshops oferecidos por especialistas em gestão, tecnologia e impacto social. Os empreendedores terão acesso ao espaço de coworking Lab Oi Futuro, que conta com estações de trabalho, estúdio de som, ateliê criativo, auditório e área para palestras e workshops, em um ambiente idealizado para estimular a experimentação e a colaboração. Os selecionados também serão integrados às redes do Labora, laboratório de inovação social do Oi Futuro, e do Sebrae/RJ para troca de experiências, oportunidades de capacitação e prospecção de investidores e parceiros.

Cada negócio participante receberá formação em gestão com metodologia do Sebrae, consultoria e mentoria customizada em tecnologia. O Sebrae/RJ e Oi Futuro subsidiarão a maior parte do custo operacional do ciclo de aceleração, ficando sob a responsabilidade dos selecionados a contrapartida de R$ 600,00 ou 5x R$ 120,00. O pagamento deverá ser feito diretamente ao Sebrae/RJ. O Oi Futuro e o Sebrae RJ vão conceder três bolsas de participação integrais, de acordo com análise do perfil socioeconômico dos candidatos.


Cloud Computing
Oi avança com comunicação unificada na nuvem

Plataforma Oi Cloud Communication une Comunicação Unificada, Central de Atendimento e Omnichannel voltada à digitalização das empresas. Tele fez parceria com Avaya e Alcatel-Lucent Enterprise.


Pesquisa de inovação mostra investimento baixo e falta de política pública

Segundo o IBGE, as empresas inovadoras do Brasil investiram menos de 2% da receita em P&D. “A agenda de inovação é urgente e deveria ser prioridade”, aponta a Confederação Nacional da Indústria. 

Laura, a IA nacional que já salvou 12 mil vidas, entra no combate ao Coronavírus

Tecnologia será disseminada em todo o Brasil, depois de um acordo com o governo federal. Em setembro do ano passado, no Rio Info 2019, o Convergência Digital entrevistou um dos idealizadores da Laura.

Brasil precisa formar massa crítica de empreendedores para inovação

A posição é defendida pelo CEO da Fábrica de Startups, Hector Simões, que tem como meta se tornar o maior hub de inovação do Rio de Janeiro.

Investimentos em fintechs disparam para R$ 7,6 bilhões no Brasil

Aportes triplicaram puxados pela injeção de R$ 1,9 bilhão no Nubank e R$ 1,6 bilhão no Banco Inter.  Brasil ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs no mundo.

Governo seleciona entidades para compor GT de propriedade intelectual

Grupo Interministerial de Propriedade Intelectual, originalmente parte da Camex e agora sob tutela do Ministério da Economia, terá 10 representantes da sociedade civil. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G