Clicky

Convergência Digital
Inscrição gratuita - Vagas limitadas

Anatel aprova uso da faixa de 6 GHz para não licenciado e Brasil se abre para Wi-Fi 6E

Luís Osvaldo Grossmann - 01/03/2021

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou na quinta, 25/2, a revisão dos requisitos técnicos para equipamentos que operam na faixa de 5.925 MHz a 7.125 MHz, genericamente chamada de faixa de 6 GHz. Passou em definitivo a decisão de uso não licenciado em todo o naco de 5,925 GHz a 7,125 GHz, o que viabiliza o aproveitamento desse espectro para aplicações como W-iFi, notadamente a versão mais atual, Wi-Fi 6E. 

Como ressaltou o relator dessa versão final do processo, Carlos Baigorri, essa decisão “vai possibilitar o Wi-Fi 6E em todo seu potencial. Nos alinhamos a requisitos técnicos mundiais para que o Brasil aproveite do estado da arte do uso dessa faixa”.

A nova geração do Wi-Fi é mais eficiente e capaz de atingir velocidades de transmissão próximas a 10 Gbps, usa fatias mais largas de banda e capacidade mais avançada para a conexão de vários dispositivos simultaneamente. Uma análise da consultoria Telecom Advisory Services indica que o uso de toda a faixa de 6 GHz para o WiFi 6E deverá gerar US$ 163,36 bilhões até 2030 no Brasil. 

A única mudança foi endereçar uma preocupação da indústria automobilística quanto a uma possível interferência no ITS, sigla em inglês para sistema de transporte inteligente. A conclusão é que a definição prevista, com limite de emissão em -27 dbm/mhz, é adequada. A novidade foi alertar a área técnica para acompanhar o impacto efetivo – a Superintendência de Outorga e Fiscalização deverá reavaliar o limite de emissões espúrias do VLP [dispositivos de potência muito baixa] em um prazo de seis meses, após a liberação da faixa.

Assista à apresentação do conselheiro relator Carlos Baigorri:


Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Oi: fibra ótica é o chassi de suporte para Wi-Fi 6, Wi-Fi 6E e 5G

Para o VP da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, o Brasil tem desafios a vencer para a expansão do Wi-Fi 6, como ofertar mais segurança jurídica e regulatória para os investimentos. O câmbio – já que todos os aportes e equipamentos são atrelados ao dólar – desponta como um gargalo a ser enfrentado.

Empresa brasileira se prepara para oferecer Wi-Fi como serviço

Definindo-se como uma empresa de software que precisa de hardware e frequência para atuar, a Mambo Wi-Fi diz que os hotspots públicos vão crescer até nove vezes até 2022 com a liberação da faixa de 6 GHz para serviços não licenciados.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - clique aqui para ver o especial completo
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2021 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site

Wi-Fi Now Global Wi-Fi 6E Brasil - 02 e 03 de março de 2021