Clicky

Home - Convergência Digital

Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

Convergência Digital* - 14/01/2021

O Inter, ex-banco e, agora, denominada plataforma de serviços digitais e que soma mais de 8,5 milhões de clientes, fechou uma parceria MVNO Credenciada com a Vivo para a prestação de serviços de telefonia móvel da Intercel, linha de planos de dados e voz oferecida pela plataforma digital. Após o credenciamento pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a venda dos novos planos aos clientes tem previsão para o segundo semestre, até que se finalizem todos os protocolos e testes para funcionamento.

Como operadora credenciada pela Anatel, os clientes utilizarão a infraestrutura de rede da Vivo, presente em mais de 4,5 mil municípios do Brasil. Com a oferta de planos, o Inter tem como objetivo ser uma plataforma de serviços cada vez mais completa, indo além dos produtos financeiros e atendendo os clientes de ponta a ponta para simplificar o dia a dia.

"Lançamos a Intercel em versão beta e houve um grande interesse por parte de nossos clientes. Para ampliar a oferta desse serviço, optamos pela Vivo, que é a maior operadora do país, e vai garantir a melhor experiência para os clientes Inter", diz João Vitor Menin, CEO do Inter.

"Temos a maior rede de internet móvel do Brasil e cobrimos cerca de 90% da população com a tecnologia 4G. E já começamos a operar com o 5G DSS em oito capitais. Seguimos criando a infraestrutura que o país precisa para levar as melhores tecnologias de conexão móvel e fixa aos nossos clientes", explica o diretor de Atacado da Vivo, Leo Petersen.

Com mais de 8,5 milhões de clientes, o Inter conta com uma carteira de crédito ampliada de R$ 7,3 bilhões, patrimônio líquido de R$ 3,3 bilhões e R$ 16,5 bilhões de ativos totais.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/04/2021
Vivo lança e-Sim IoT para expansão de negócios no Brasil

19/04/2021
Vivo expande franquia Terra Fibra para Mato Grosso do Sul

16/04/2021
Idec, TelComp, Algar, Sercomtel e Neo pedem ao Cade para barrar venda da Oi Móvel

15/04/2021
Com salários pagos, trabalhadores da Vikstar/Vivo lutam por empregos

14/04/2021
Vikstar insiste que acertou salários depois de a Vivo regularizar pagamentos

14/04/2021
Vivo antecipa pagamento, Vikstar paga parte do salário atrasado e TRTs assumem mediação

13/04/2021
Trabalhadores da Vikstar/Vivo em São Paulo entram em greve para receber atrasados

12/04/2021
Empresa de call center dá calote em 8 mil trabalhadores. Vivo rompe contrato

08/04/2021
Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

06/04/2021
CADE aprova rede neutra da Vivo com a canadense CDPQ

Destaques
Destaques

América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Debate com representantes do México, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Argentina e Brasil mostrou que bandas altas no 5G, como 26 GHz, está longe de unanimidade na região.  Colômbia, que prevê leilão 5G no final do ano, não planeja vender a faixa de 26GHz.

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site