Clicky

Home - Convergência Digital

Mastercard torce para parceria com WhatsApp em pagamentos tenha aval do Banco Central em 2021

Convergência Digital* - 09/12/2020

A Mastercard aposta que o Banco Central vai autorizar no primeiro trimestre de 2021 o uso do WhatsApp para pagamentos. Parceira do aplicativo no empreendimento, a operadora de cartões acredita terem sido solucionadas preocupações da autoridade monetária sobre o assunto.

“Temos tido reuniões semanais com o Banco Central e acho que estamos perto da permissão do WhatsApp para pagamentos”, disse o presidente da Mastercard para o Brasil e Cone Sul, Pedro Paro Neto, em entrevista a jornalistas, agregando que espera o aval para o primeiro trimestre do ano que vem.

O BC suspendeu o serviço anunciado pelo Whatsapp, em junho, alegando a necessidade de que ele passasse por um processo de autorização. O modelo previa a transferência de recursos por meio do aplicativo através de cartões, com uso dos sistemas de pagamentos existentes da Visa e da Mastercard.

Representantes do BC apontaram que o lançamento de pagamentos pelo Whatsapp antes do início pleno de operações do Pix poderia afetar negativamente o novo sistema de pagamentos instantâneos, lançado no mês passado.

A Mastercard estimou que a participação dos cartões nos pagamentos de compras atingiu cerca de 50% dos gastos das famílias no país neste ano, ante cerca de 45% no ano passado, dado que as medidas de isolamento social aceleraram a troca de dinheiro em espécie por meios eletrônicos.

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/02/2021
Banco Central abre inscrições para testes de projetos inovadores

29/01/2021
Banco Central e teles acertam ampliação do Pix Cobrança para celulares pós pagos

11/01/2021
Signal e Telegram disparam no Brasil com repasse de dados do WhatsApp ao Facebook

14/12/2020
Banco Central adia sistema de cobrança por QR Code no Pix

10/12/2020
STJ decide que WhatsApp não pode ser obrigado a entregar dados por usar criptografia

09/12/2020
Mastercard torce para parceria com WhatsApp em pagamentos tenha aval do Banco Central em 2021

03/12/2020
WhatsApp baniu 360 mil contas por disparo de mensagens em massa no período eleitoral

23/11/2020
BC amplia escopo das contas do Pix e isenta multas até março de 2021

03/11/2020
Em primeiro dia de teste, PIX tem 1,5 mil transações e 60 milhões cadastrados

03/11/2020
Bancos têm até 15 de janeiro de 2021 para aderir ao Open Banking

Destaques
Destaques

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

5G só começa depois de garantia de recepção nas parabólicas

Pelo cronograma previsto na proposta de edital, oferta do 5G tem início 300 dias depois de formalizada a ‘compra’ das frequências – portanto no segundo semestre de 2022.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site