Clicky

INTERNET

NIC.br divulga série de animações que incentivam uso seguro da internet

Convergência Digital* ... 21/10/2020 ... Convergência Digital

O Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações (Ceptro.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) lançou nesta quarta, 21/10, o projeto Cidadão na Rede, que tem o objetivo de difundir e incentivar boas práticas relacionadas à cidadania digital e ao bom uso da Internet. A iniciativa conta com animações curtas que explicam de maneira simples como usar a rede de forma correta e responsável, abrangendo questões técnicas e comportamentais, para que dicas importantes sejam transmitidas e compartilhadas pela rede.

Os primeiros vídeos já estão disponíveis no site cidadaonarede.nic.br e podem ser baixados e compartilhados por qualquer pessoa ou instituição em sítios web, redes sociais, mídia interna em condomínios e quaisquer outros meios de interesse. Para o lançamento foram preparados vídeos sobre como criar boas senhas e gerenciá-las, autenticação em dois fatores, boatos na rede, uso de repetidores de Wi-Fi, cyberbullying, compras on-line. São abordados assuntos do momento e dúvidas comuns entre os usuários de Internet, sempre trazendo uma dica prática sobre como cada um pode usar melhor a Internet, de forma mais completa, responsável e segura.

“A ideia de desenvolver vídeos que esclareçam dúvidas e conceitos básicos sobre temas relevantes para o dia a dia na rede, e que despertem o interesse das pessoas, surgiu ao vermos bons exemplos acontecendo em outros países. O Cidadão na Rede tem o objetivo de levar informação útil sobre vários tópicos relacionados à Internet. Adaptamos a linguagem para que fosse de fácil entendimento para o maior número de pessoas e, com isso, queremos contribuir para uma ambiente on-line cada vez melhor no Brasil”, explica Eduardo Morales, coordenador das iniciativas de disseminação de conhecimento do Ceptro|NIC.br e idealizador do projeto.

Para garantir que os vídeos atinjam o maior número possível de pessoas, a ideia é firmar parcerias com provedores de Internet e empresas que fornecem conteúdo televisivo para edifícios comerciais e residenciais. “Planejamos disponibilizar cerca de 20 vídeos neste ano. Nosso objetivo é ter o maior número possível de empresas e outras entidades abraçando o projeto. Organizações interessadas poderão inserir suas logomarcas no material e distribuí-lo em seus canais de mídia, configurando assim oficialmente seu apoio. Promover o uso pleno e consciente da Internet é papel de todos. Acreditamos que os provedores, as plataformas de distribuição de conteúdo em locais públicos e grandes empresas se interessarão pela iniciativa, assim como universidades, ONGs e entidades governamentais”, completa Antonio M. Moreiras, gerente de Projetos e Desenvolvimento do Ceptro/NIC.br.

* Com informações do NIC.br


Revista Abranet 34 . mai/jun/jul 2021
Veja a Revista Abranet nº 34
Redes neutras, Wi-Fi 6, tendências das compras com cartão de crédito, DPO como serviço, Regulamentação de segurança cibernética, dólar e pandemia, Leilão do 5G... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Facebook decide manter contas de Donald Trump suspensas até 2023

"As ações de Trump constituíram uma violação grave de nossas regras que merecem a maior penalidade",disse o Facebook. As contas do ex-presidente dos EUA no Facebook e no Instagram estão suspensas desde o dia 07 de janeiro, um dia depois de o político elogiar pessoas envolvidas no ataque ao Capitólio.

Ativado cabo submarino de fibra óptica que liga Brasil à Europa

O cabo submarino possui 6 mil quilômetros de extensão, conectando diretamente a cidade de Fortaleza (Brasil), a Sines (Portugal), sem a necessidade de os dados passarem pelos Estados Unidos.

Brasil é o país mais influenciado por conteúdos de redes sociais

Segundo estudo da Comscore, penetração de conteúdos dessas mídias tem sucesso de 97%, acima de China, Índia e Estados Unidos.

Em ação do Google, STF julga se polícia pode identificar pessoas que fizeram mesma busca na internet

Caso específico envolve buscas sobre Marielle Franco nos quatro dias anteriores à morte da vereadora carioca, mas Supremo entendeu que há repercussão geral.

CGI.br adoça o tom e propõe colaborar com Decreto que muda o Marco Civil

Ofício à Secretaria de Cultura esquece que o governo tem o dever de ouvir o Comitê Gestor sobre temas de regulação da internet e prefere a torcida pelo despertar do espírito multissetorial.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G