Clicky

Home - Convergência Digital

TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

Convergência Digital* - 07/08/2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou proibições para transações no país com os proprietários chineses do aplicativo de mensagens WeChat e do aplicativo de compartilhamento de vídeo TikTok. Os decretos entram em vigor em 45 dias. Para o governo Trump, os aplicativos chineses “não são confiáveis e representam ameaças significativas às redes dos EUA. A decisão repercutiu na China. O governo saiu em defesa das empresas e alertou que os Estados Unidos teriam de “arcar com as consequências” da ação.

“Os EUA estão usando a segurança nacional como desculpa e usando o poder do Estado para oprimir as empresas não norte-americanas. Isso é apenas uma prática hegemônica”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin.

A TikTok está sendo criticada por parlamentares dos EUA por questões de segurança nacional em torno da coleta de dados, à medida que cresce a desconfiança entre Washington e Pequim. A Reuters informou no domingo que Trump deu à Microsoft Corp prazo de 45 dias para concluir a compra das operações da TikTok nos EUA.

“Estamos chocados com o recente decreto, que foi emitido sem qualquer processo devido”, disse a TikTok, acrescentando que iria “buscar todos os recursos disponíveis” a fim de garantir que o Estado de Direito não seja suprimido. A proibição de transações nos EUA com a Tencent, uma das maiores empresas de internet do mundo, prenuncia uma nova fratura no mundo da internet e o rompimento de laços de longa data entre empresas de tecnologia nos EUA e na China.

“Esta é a ruptura no mundo digital entre os EUA e a China”, disse James Lewis, especialista em tecnologia do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais com sede em Washington. “Com certeza, a China retaliará", adicionou. Trump assinou os decretos de acordo com a Lei de Poderes Econômicos de Emergência Internacional, uma lei que concede ao governo amplo poder para impedir que empresas ou cidadãos dos EUA comercializem ou conduzam transações financeiras com partes sob sanção.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/10/2020
Bradesco vai pagar R$ 23,8 milhões ao CADE por bloqueio a fintechs em aplicativo

02/10/2020
EUA recorrem da decisão judicial que suspendeu bloqueio do WeChat

29/09/2020
Instagram passa Facebook Messenger e está em 81% dos celulares no Brasil

22/09/2020
Governo quer economizar R$ 27 milhões com atestado médico pela Internet

16/09/2020
Claro vende acesso ao aplicativo do Hospital Albert Einstein por R$ 49,90 por mês

07/08/2020
TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

05/08/2020
Infobip e GSMA para oferecer proteção à identidade digital

05/08/2020
Itaú abriu cerca de 1 milhão de contas pelo app no 1º semestre

03/08/2020
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

31/07/2020
Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

Destaques
Destaques

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

Quase 40% dos alunos usam apenas os celulares para acompanhar as aulas online no Brasil, revela a 3ª edição do Painel TIC Covid-19, do CGI.br. No levantamento, porém, 36% dos alunos reclamam da baixa qualidade da conexão à Internet.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site