03/08/2020 às 18:34
Inclusão Digital


Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G
Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa

Levar banda larga para cidades que não têm nem 3G. Essa é a meta da varejista Bemol com a liberação do Wi-Fi 6 e do Wi-Fi 6E para a expansão da infraestrutura nas regiões Norte do País, contou Jesaias Arruda, gerente de Infraestrutura de TI da Superintendência de TI da Bemol, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado pelo portal Convergência Digital e pela Network Eventos, no dia 30 de julho.

A Bemol, varejista que entrou no mercado de provimento de Internet há nove anos com o intuito de ampliar as suas vendas por comércio eletrônico, hoje atua em 26 cidades nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima. "Quando começamos, pagávamos R$ 2800,00 por um link de 1 MB. Isso não tem 10 anos. Fomos para o Wi-fi não licenciado para prestar serviços. As frequências não licenciadas são essenciais para massificar o ecossistema da Internet", sustentou Arruda.

Segundo ainda o gerente de TI da Bemol, o impacto social de levar Internet para cidades sem nenhum serviço - muitas não têm nem o 3G - é enorme. "Há ainda no Brasil muita gente que não tem Internet, enquanto no Sudeste, a Internet é commodity. É o provedor Internet que está minimizando essa desigualdade. Temos de ter licença para atuar", reforçou. Assistam à participação do gerente de infraestrutura de TI da varejista Bemol, Jesaias Arruda.

Veja abaixo a íntegra do evento.


Powered by Publique!