Home - Convergência Digital

Programa brasileiro de capacitação digital para a economia 4.0 abre inscrições

Convergência Digital* - 08/07/2020

O  primeiro programa de educação continuada digital do Brasil, a E²D500, focado exclusivamente em cursos voltados para a formação de profissionais capazes de atuar na economia 4.0, que tem como base a transformação digital foi criado em parceria pelo DOT digital group e pela empresa de soluções educacionais P500.

São dez programas de aperfeiçoamento, qualificação e certificação profissional em novas áreas do conhecimento – como Tecnologia BIM, Inteligência e Gestão de Dados, Segurança Cibernética, Internet das Coisas e Cidades Mais Humanas e Sustentáveis – para engenheiros, arquitetos, urbanistas, e profissionais do Direito, de Inteligência e Gestão de Dados e de TI, e também para coordenadores de cursos e docentes do ensino superior.  A previsão é receber 4 mil inscrições já neste semestre.

"Nos últimos 20 anos, houve a criação de centenas de cursos de graduação, em especial nas engenharias, com foco na quantidade e muito descolados das necessidades do mercado de trabalho. Nosso objetivo é melhorar a qualidade da educação superior brasileira, com base em uma estratégia focada em potencializar a formação 4.0 nas graduações que mais serão impactadas pelas transformações digitais, e cujos profissionais serão fundamentais para o país dar esse salto", explica o engenheiro civil e professor universitário Aécio Lira, um dos fundadores da P500 Soluções Educacionais, junto com os também engenheiros e educadores Vagner Cavenaghi e Waldomiro Loyolla.

Os programas de capacitação, atualização e aperfeiçoamento são direcionados a profissionais recém-saídos das universidades ou que já estejam no mercado de trabalho nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, onde os primeiros 40 polos foram estruturados. Até 2024, os sócios da E²D500 acreditam que esse número já terá crescido mais de dez vezes, chegando a 500 polos.

As capacitações ocorrerão por meio de cursos online e plataformas sociais e interativas, que formam o que é atualmente chamado de Nuvem de Aprendizado Pessoal (PLC – Personal Learning Cloud). Haverá monitoria e tutoria, realizadas por instrutores com alto nível de qualificação técnica.

"Queremos ser um divisor no modelo educacional brasileiro, tanto pela metodologia quanto pelos atores envolvidos nesse projeto. O portfólio de cursos tem tudo para causar enorme impacto no setor tecnológico, elevar a qualidade e a produtividade desses segmentos, aumentar as chances de empregabilidade dos profissionais - e consequentemente a sua renda - e ajudar o país a se tornar mais competitivo no cenário global", afirma Rubens Oliveira, COO do DOT digital group.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

07/10/2020
USP abre vagas para mestrado em Ciências de Computação

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

24/08/2020
Contratações de pessoal cresceram 34% em julho

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Segundo o Dieese, 8,4 milhões de brasileiros trabalham de casa por conta da pandemia de Covid-19. Proporção chega a 22% dos trabalhadores em Brasília, mas não passa de 3% no Pará. 

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site