Clicky

Algar corta TAC pela metade e acordo de multas com Anatel cai para R$ 45 milhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 02/07/2020 ... Convergência Digital

Primeiro termo de ajustamento de conduta aprovado pelo Conselho Diretor da Anatel, o acordo para troca de multas por investimentos com a Algar voltou à agência nesta quinta, 2/7, para a reta final após a chancela do Tribunal de Contas da União. 

Os termos firmados ainda em agosto de 2019 foram, porém, alterados. Na volta do processo à Anatel, para atualização de valores e compromissos, a Algar pediu para reduzir o montante envolvido, com a exclusão de nove processos administrativos que resultaram em multas. Como resultado, o que era um acordo de R$ 86,7 milhões há 12 meses pode cair praticamente pela metade – houve pedido de vistas do conselheiro  Emmanoel Campelo, adiando a conclusão.

“Entendo não haver óbice ao pedido da Algar, que não implica em renegociação do TAC”, anotou o relator nesta etapa, Vicente Aquino. “Diante da exclusão desses nove processos, o valor passou para R$ 45,4 milhões. Tal fato não afasta o interesse público, pois haverá correção de infrações, ressarcimento a usuários, e o investimento de R$ 36 milhões em compromissos adicionais, que não seriam realizados não fosse o presente TAC”, afirmou.

São R$ 36,4 milhões em compromissos adicionais, que implicam na implantação de 4G em municípios com menos de 30 mil habitantes. Segundo Aquino, “considerando o valor, poderão ser atendidos cinco distritos sede, 17 não sede, e sete estações radio-base em trechos de rodovias. 

É uma diferença grande do que passou pela Anatel há um ano. Na época, o valor envolvido no acordo permitiria levar 4G a nove municípios, então previstos para serem sete deles em Minas Gerias, dois em Goiás, além de 22 distritos, além 52 ERBs em margens de rodovias. 

O acordo prevê também que a Algar vai regularizar o licenciamento de 100% das estações da planta em até 24 meses, o que envolve 444 que estão pendentes, das cerca de 2 mil da operadora. Envolve, ainda, compromissos estruturantes em aplicativo, sistema de CRM, governança e validação de dados. 


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Red Hat: para ser cloud nativa, uma tele precisa mais do que transformação digital, precisa de nova cultura

Mudar a mentalidade é essencial para que uma operadora de telecomunicações transforme seus negócios e suas redes, afirma Livio Tulio Silva, da Red Hat.

Cade aprova venda do controle da empresa de fibra da TIM para IHS

Operadora vai receber R$ 1 bilhão e pretende usar o dinheiro para pagar a fatia com a qual vai ficar a partir da compra da Oi Móvel.

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

5G e Inteligência Artificial são estratégicos para suportar investimentos no Brasil

Pesquisa global, feita pela SUSE, e que ouviu 100 executivos no Brasil, aponta que oito em cada 10 líderes de TI se sentem bastante pressionados para entregar resultados tangíveis para os negócios.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G