Clicky

Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

Luís Osvaldo Grossmann ... 02/07/2020 ... Convergência Digital

A Anatel está discutindo a possibilidade de destinação da faixa de 1.427 a 1.518 MHz, chamada Banda L, para uso em serviços de quinta geração da telefonia, permitindo aplicações do Serviço Móvel Pessoal, mas também para o Serviço Limitado Privado, além de telefonia fixa (STFC) e banda larga (SCM). 

“Essa faixa conta com porções sem qualquer destinação. E estudos internacionais estabeleceram novas especificações para a faixa, com especial vista ao 5G. A UIT expediu recomendações com arranjos TDD, FDD e como complemento ao enlace de descida (SDL)”, explicou o relator da proposta, conselheiro Emmanoel Campelo.

Segundo ele, “também demonstraram interesse na matéria segmentos da indústria, seja para manter operações já existentes de comunicação e automação em minas e refinarias, seja pela expectativa de adiantar a construção de redes 5G para uso privado”. 

Como há preocupações do setor de satélite, a proposta prevê que os últimos 30 MHz da faixa em estudo deverão ser outorgados prioritariamente à exploração do SLP, como forma de também evitar maiores interferências em serviços via satélite em faixas adjacentes. 

Além disso, parte da faixa, entre 1.452 MHz e 1.466 MHz, é usada pela Força Aérea Brasileira para aplicações de Telemetria. A proposta prevê que esse uso do Serviço Móvel Aeronáutico continue em caráter primário até 31 de dezembro de 2023, passando então para secundário. Pedido de vistas do conselheiro Vicente Aquino adiou uma decisão da agência.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Red Hat: para ser cloud nativa, uma tele precisa mais do que transformação digital, precisa de nova cultura

Mudar a mentalidade é essencial para que uma operadora de telecomunicações transforme seus negócios e suas redes, afirma Livio Tulio Silva, da Red Hat.

Cade aprova venda do controle da empresa de fibra da TIM para IHS

Operadora vai receber R$ 1 bilhão e pretende usar o dinheiro para pagar a fatia com a qual vai ficar a partir da compra da Oi Móvel.

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

5G e Inteligência Artificial são estratégicos para suportar investimentos no Brasil

Pesquisa global, feita pela SUSE, e que ouviu 100 executivos no Brasil, aponta que oito em cada 10 líderes de TI se sentem bastante pressionados para entregar resultados tangíveis para os negócios.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G