Convergência Digital - Home

Vivo muda estratégia e avança no ambiente multicloud

Convergência Digital
Convergência Digital* - 26/05/2020

A Vivo Empresas - segmento corporativo da Telefônica Brasil - lançou a Plataforma Digital, uma espécie de marketplace que hospedará os principais provedores em serviços de nuvem do mercado, e outros serviços digitais da empresa.

Neste primeiro momento, a nova plataforma abriga os serviços, produtos e soluções Microsoft, destaque para o Cloud Azure e todas as opções de licenciamento, como Office 365, Dynamics e Windows 10, além de todo o portfólio Huawei Cloud e Amazon Web Services (AWS). Nos próximos meses, outros provedores de nuvem serão adicionados à plataforma, como o Google Cloud, completando sua migração para um ambiente multicloud híbrido, com as melhores tecnologias em nuvem do mercado em uma única plataforma.

Para adquirir estes serviços, é possível efetuar a compra em uma experiência digital de ponta a ponta e com a possibilidade de pagamento com cartão de crédito. Com a plataforma, o cliente passa a ter acesso a relatórios de consumo online com análises sobre custo versus hora, armazenamento, tráfego de saída de rede, dashboards de monitoramento para melhor gestão de recursos, relatórios personalizados, e outros benefícios.

"Com a Vivo Plataforma Digital esperamos proporcionar uma experiência 100% online aos nossos clientes, possibilitando contratação facilitada do nosso portfólio digital e entregando também toda uma camada de gerenciamento destes serviços. Tudo isso feito de maneira simples, fácil e intuitiva", explica Debora Bortolasi, diretora de Marketing, Produtos e Inovação Digitais B2B.

De acordo com Bortolasi, as empresas têm percebido cada vez mais vantagens na utilização dos serviços de nuvem, como a redução de custos, retorno de investimentos e maior disponibilidade das aplicações. "Com este modelo se tornando indispensável, é natural que as companhias busquem uma maior gama de provedores, e é isso que entregamos, além de uma camada de gestão e orquestração destas clouds", complementa Debora.

Esta plataforma já nasce como um hub digital com um poderoso ecossistema de parceiros e soluções. Além de oferecer as melhores soluções de cloud do mundo, a Vivo passa também a atuar como consultora digital, que acompanhará toda a jornada das empresas durante esse processo de digitalização, desde o planejamento à implementação de uma infraestrutura de TI virtualizada ou em nuvem.

Esse novo modelo de negócio, batizado como Gestão TI, contará com equipe própria e exclusiva da Vivo, que atuará como "guru" das empresas durante esse processo de digitalização, com migração para tecnologias que geram mais produtividade, otimização de custos e eficiência. Neste primeiro momento, a novidade estará disponível apenas para operações em cloud pública, privada ou híbrida, evoluindo para operações em Internet das Coisas, por exemplo.

"Esses dois modelos de negócio estimulam a simplicidade, automação e eficiência digital das empresas, com redução de custos operacionais, para que elas possam responder mais rapidamente às mudanças de mercado. Vamos acompanhar essa jornada digital e garantir que a empresa faça uma migração perfeita para a nova arquitetura em cloud com impacto mínimo nas operações", finaliza Debora.


SAS Institute oferece 50% de desconto em julho em cursos voltados a análise de dados

Quer aprender a tirar o melhor proveito do seu dado? Aprenda como tirar insights para o seu negócio. Entre os cursos com desconto estão 'descomplicando os dados através de relatórios' e 'entendendo e tirando valor dos dados usando códigos SAS'

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site