Clicky

Home - Convergência Digital

Uninove e Vivo Empresas firmam parceria por conexão móvel gratuita para alunos e professores

Convergência Digital* - 28/04/2020

O isolamento social, como uma das principais maneiras para se combater a disseminação do novo coronavírus, o Covid-19, vem mudando os hábitos das pessoas, que levaram para dentro de casa atividades que geralmente fariam fora dela, como o trabalho, esportes, compras de supermercado, etc, e intensificaram outras, como a educação, tudo por meio da tecnologia, que vem garantindo o funcionamento remoto do País.

Nesta esteira, a Universidade Nove de Julho - a UNINOVE - e a Vivo Empresas - segmento corporativo da Vivo - anunciam parceria para manter o ensino e a profissionalização dos alunos da instituição durante esse período. A colaboração consiste na distribuição gratuita de internet móvel com franquia de 5GB por mês aos alunos dos cursos presenciais e professores da instituição, cujas regras de utilização fazem parte de termo específico, para que todos tenham acesso aos conteúdos, proporcionando a manutenção do ensino de qualidade.

"A UNINOVE, diante dos desafios impostos para o combate a pandemia do Covid-19 e comprometida com o seu corpo discente e docente, ampliou seus investimentos em tecnologia para que seus alunos permaneçam com acesso às aulas, em tempo real, ministradas pelos professores. Destaque-se que a UNINOVE vem possibilitando a realização das aulas pelos professores "ao vivo" pela internet, sem contar da disponibilização de ricos conteúdos acadêmicos e materiais de apoio disponibilizados em ambiente digital", explica a Profa. Dra. Renata Mahfuz Daud Gallotti, Diretora dos Cursos de Medicina da UNINOVE.

Para otimizar a conectividade, a Universidade terá em mãos o Vivo Gestão, ferramenta que permite o gerenciamento remoto dos dados, assegurando que o uso da internet seja apenas para o propósito da educação. "Como empresa de tecnologia, somos provedores de serviços essenciais e ainda mais importantes neste momento. Estamos nos pautando em nosso propósito de Digitalizar para Aproximar, para oferecer as melhores soluções de conectividade em apoio às empresas e instituições, contribuindo para seus processos de digitalização, principalmente num período em que praticamente tudo está funcionando de maneira remota", explica o diretor de Marketing e Produtos Core B2B da Vivo, Gabriel Domingos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/11/2020
Vivo toma liderança da TIM no pré-pago

30/11/2020
Vivo concede bônus de 1GB de Internet para clientes pré-pago em dezembro

30/10/2020
Anatel: rede neutra única é um risco à competição

22/10/2020
Dataprev abre pregão de R$ 195 mil para telefonia e internet móvel e smartphones

20/10/2020
Desertos digitais no Brasil só acabam com Reforma Tributária

14/10/2020
Governo de São Paulo vai comprar 750 mil chips com Internet

30/09/2020
Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

16/09/2020
Claro e TIM, por R$ 3 milhões/mês, fornecem internet para 540 mil no Distrito Federal

15/07/2020
Licitação do MEC abre espaço para MVNOs na oferta de banda larga móvel gratuita

03/06/2020
Claro bate rivais em banda larga móvel, TIM tem a menor latência

Destaques
Destaques

Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

Ondas milimétricas não apenas uma banda a mais para o 5G, mas são a base das novas aplicações com baixíssima latência, diz Francisco Soares, da Qualcomm. Wilson Cardoso, da Nokia, adverte que, até 2025, serão instaladas 200 mil ERBs para atender verticais específicas como a indústria 4.0.

Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

"Não há como fazer obrigação em cibersegurança. O ambiente tem de ser cooperativo e não é apenas com as teles. São mais de 10 mil pequenos prestadores de serviços e eles têm de estar ativos. Temos de ter uma coordenação entre todos os atores", disse o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site