Clicky

SEGURANÇA

TCU quer saber como está a segurança cibernética dos órgãos federais

Convergência Digital ... 26/03/2020 ... Convergência Digital

O Tribunal de Contas da União começou a fazer um levantamento para conhecer a estrutura de governança e gestão de segurança da informação (SegInfo) e de segurança cibernética (SegCiber) da Administração Pública Federal (APF), incluindo legislação, políticas e normativos, atores, atuação e responsabilidades.

O Decreto 9.637/2018, que instituiu a Política Nacional de Segurança da Informação, determina que compete aos órgãos e entidades da APF "instituir e implementar Equipe de Tratamento e Resposta a Incidentes em Redes Computacionais [Etir], que comporá a rede de equipes formada pelos órgãos e entidades da Administração Pública Federal, coordenada pelo Centro de Tratamento de Incidentes de Redes do Governo do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República [CTIR Gov]".

A equipe de fiscalização realizará uma pesquisa com as Etir, sob coordenação do CTIR Gov, com objetivo de avaliar a capacidade de resposta dos órgãos públicos a incidentes de segurança da informação e a ataques cibernéticos. Os responsáveis pelas Etir receberão um e-mail contendo o link para responder a pesquisa, a qual ficará disponível no período de 23/3 a 3/4/2020.

As respostas servirão de insumo para que o TCU possa formular um diagnóstico mais abrangente das temáticas de SegInfo/SegCiber no âmbito da APF e, assim, planejar futuras ações de controle. Além disso, a pesquisa permitirá que aqueles que trabalham no dia a dia do processo de tratamento e resposta a incidentes de segurança da informação expressem suas opiniões, sugestões e dificuldades.


Fabricante de cabos de fibra ótica no Brasil sofre ataque hacker

A Belden, dona da Poliron no Brasil, e fabricante local de fibra ótica e equipamentos de redes usados nos setores de transporte, petróleo e gás, entre outros, assumiu que teve os servidores invadidos nesta terça-feira, 24/11.

Militares criam sistema integrado de defesa cibernética

Comando de Defesa Cibernética, já existente, será o órgão central e comando operacional das estruturas de cada uma das Forças. 

TSE admite que ataques hackers podem ter causado instabilidade no e-Título

Tribunal criou uma comissão, presidida pelo ministro Alexandre de Moraes, para acompanhar as investigações sobre ação de hackers. Em nota, o TSE diz que que 'as investidas cibernéticas podem ter ocasionado instabilidades no aplicativo e-Título e no sistema de processo judicial eletrônico (PJe)'.

Muitas empresas só planejam segurança quando dói no bolso e na carne

O diretor da Microhard, Glicério Ruas, diz que a conscientização é o maior gargalo dentro das corporações. Segundo ele, muitas acham que basta ter um antivírus, quando o maior risco, hoje, está na vulnerabilidade de aplicativo.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G