INCLUSÃO DIGITAL

Brasileiro perdeu a mão e precisa reencontrar o rumo na Internet

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 13/03/2020 ... Convergência Digital

A Internet não é uma rede mundial de computadores, mas sim uma rede mundial de pessoas, definiu o jornalista Marcelo Tas, ao participar de debate sobre 'Quem sou eu na Internet', promovido pelo CAIS/RNP na 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), nesta sexta-feira, 13/03, no Rio de Janeiro.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Marcelo Tas alertou que há um interesse muito grande em usar a Internet de uma maneira não civilizada. "Isso é uma enrrascada para todo mundo, inclusive, para quem acha que está ganhando neste momento. Somos muito criativos no uso da rede, mas as oportunidades diante de nós não estão sendo bem aproveitadas. Não existe um vencendor momentâneo que consiga sobreviver fazendo tramoia em um mundo como a Internet que exige cada vez mais transparência", afirma.

A educação digital - tão urgente, uma vez que o brasileiro perdeu a mão no uso da Internet com ações cada vez mais de incivilidade- é uma responsabilidade de todos, especialmente, quando se fala de crianças e jovens. Para Marcelo Tas, os pais em casa têm essa missão e os professores na escola têm essa missão, assim como os líderes empresariais, que cada vez mais usam a Internet para fazer seus negócios. Tratar a informação da melhor maneira possível faz e fará cada vez mais a  diferença. "Buscar o discernimento vale ouro. A colaboração para fazer a informação é a realidade. Não há mais 'donos' da informação. Todos o são no mundo da rede", adverte. Assistam a entrevista com o jornalista Marcelo Tas.


Carreira
Accenture abre mais de 550 vagas em TI

Vagas são para home office e consultoria busca profissionais com conhecimento em Cloud, Java, APIs & Microsserviços, Node.js, Angular, React, Reactive Native, iOS, Android, Arquiteto Cloud ou DevOp.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.

Licitação do MEC abre espaço para MVNOs na oferta de banda larga móvel gratuita

Propostas têm de ser enviadas ao governo até o dia 17. Contratação acontece ainda em julho. O preço de referência da RNP para este processo é de R$ 0,56 GByte/mês sem ICMS, considerando um pacote de dados de 20 Gbytes, para a quantidade de 5.000 alunos. 

Escolas viram telecentros para quem não tem acesso à Internet

Maior parte dos usuários vai para fazer pesquisa escolar e digitar currículos ou outros documentos. Conexão à Internet melhorou, mas a maioria tem conexão entre 1 Mpbs até 5 Mbps.

MEC exige energia elétrica nas escolas para levar banda larga

Escolas precisam também estar  em área de cobertura terrestre ou via satélite, e ter mais de 14 matrículas em 2020. 

No Brasil, 4,8 milhões de crianças e adolescentes não têm acesso à Internet

A desigualdade digital e social se evidencia quando se constata que a maior parte dos sem acesso está nas classes D e E e nas regiões Nordeste e Norte. O celular é o meio principal de contato com a rede social.

No Brasil, 39% dos alunos das escolas públicas não têm PCs, notebook ou tablet para estudar

A TIC Educação 2019 constata ainda que nas escola rurais, apenas 40% delas têm um PC ou uma conexão à Internet.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G