Home - Convergência Digital

ITI recruta professores para massificar ensino de programação em São Paulo

Convergência Digital* - 03/03/2020

O ITI – Instituto Tecnológico Inovação em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da cidade de São Paulo, está recrutando professores da rede pública para a Hora do Código. A oficina trata-se de uma capacitação gratuita onde os professores aprendem lógica e fundamentos de programação, com atividades direcionadas ao aprendizado de forma prática e lúdica para que eles possam compartilhar com seus alunos os conceitos básicos da linguagem.

Os professores serão preparados e convocados a multiplicar o conhecimento sobre programação para 9.000 alunos. Após a oficina que terá duração de duas horas cada, o educador ganha a confiança de que pode ensinar computação mesmo sem ter uma graduação em ciência da computação e na sequência realizará a aplicação do conhecimento junto aos alunos.

Criado pela organização Code.org, o projeto é um movimento global que busca mostrar como é possível aprender um pouco de programação em curto espaço de tempo. "O objetivo da Hora do Código não é ensinar as pessoas a serem experts em ciência da computação em uma hora. Porém, o tempo é suficiente para aprender que a ciência da computação é divertida, criativa, acessível para todas as idades e para todos os alunos, independentemente do conhecimento que eles tenham", afirma Sonia Alakaki, gestora do programa de inclusão social do ITI. As oficinas serão realizadas no primeiro e segundo semestre de 2020 e poderão participar professores do ensino fundamental e médio.

A equipe do ITI está visitando as escolas públicas interessadas da cidade de São Paulo, convidando os professores para participarem desse desafio. Os treinamentos vão ocorrer nos meses de Maio e Outubro e preveem a capacitação de 300 professores, que após as oficinas estarão aptos a inserir a linguagem da programação no aprendizado de seus alunos nos meses subsequentes. O projeto está em consonância com o documento “Currículo da Cidade - Tecnologias para Aprendizagem”, orientador da rede para o ensino fundamental.

Para saber mais informações e receber projeto em sua escola, entre em contato com o ITI através do telefone 11 3251-1399 ou e-mail: contato1@itinovacao.org.br.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/01/2021
IGTI abre inscrições para evento gratuito de desenvolvimento de software e bolsas para Bootcamps

18/01/2021
Multinacional de TIC oferece 5 mil bolsas de estudos em cursos de programação

15/01/2021
TIVIT vai formar 20 desenvolvedores em programa de Jovem Aprendiz

18/12/2020
XP vai abrir 176 vagas para engenheiros de software

14/12/2020
Grupo irlandês lança escola de tecnologia e oferece 100 bolsas no Brasil

07/12/2020
Apple e Centro Universitário Senac capacitam alunos no desenvolvimento de aplicativos

01/12/2020
Digital House oferece 400 bolsas de estudos

26/11/2020
Academia de talentos abre vagas para negros, mulheres, LGBTI+ e pessoas com deficiência

25/11/2020
Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

16/11/2020
Escola do Trabalhador 4.0 sai do papel em março de 2021

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site