Home - Convergência Digital

Huawei diz que está pronta para continuar parceria com as teles no 5G

Convergência Digital* - 12/02/2020

Procurada pelo Convergência Digital para falar sobre a possibilidade de o governo brasileiro criar restrições para a sua participação no 5G nacional - medida aventada em evento em Brasília, pelo secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes, que admitiu pensar na publicação de um Decreto específico, ou uma portaria, para tratar de regras sobre cibersegurança para as telecomunicações e para o 5G - a Huawei preferiu adotar uma postura de cautela.

A fabricante informou que 'segue acompanhando as discussões sobre a implementação da rede 5G no Brasil; que está presente no País há 21 anos e fornece equipamentos de 2G até 4,5G para as operadoras e está pronta para continuar a sua parceria no 5G".

A medida do Governo viria na esteira do recém-publicado Decreto 10.222, que estipula a Estratégia Nacional de Segurança Cibernética. Daí a avaliação de que seria possível uma política derivada daquela para telecomunicações. A norma, ainda que não necessariamente internalizada no edital do 5G, deverá, se a ideia for mesmo adiante, ser absorvida pela Anatel.

Uma das possibilidades em avaliação é exigir que a agência adote uma política que garante uma multiplicidade de fornecedores, nesse caso com alguma forma de limite máximo de presença de cada um deles nas novas redes. Na resposta ao Convergência Digital, a Huawei afirma ainda que 'os equipamentos e soluções 5G da companhia já estão em ação em outros países do mundo e estarão à disposição para oferecer aos brasileiros todos os benefícios desta nova era das telecomunicações". Há uma forte pressão do governo dos EUA para retirar a Huawei das redes 5G e o governo Bolsonaro tem um forte alinhamento com o governo norte-americano.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/08/2020
Edital do 5G vai ao mercado com ou sem venda da Oi Móvel

11/08/2020
Anatel prepara dois editais do 5G à espera de filtros para antenas parabólicas

10/08/2020
EUA vão vender 100 MHz para impulsionar 5G

10/08/2020
Huawei dá o troco e Qualcomm alerta para o risco dos EUA perder muito dinheiro

06/08/2020
Huawei não pode ser usada para atrasar ainda mais o leilão 5G

06/08/2020
Se Anatel quiser, redes privadas não precisam esperar o leilão 5G

06/08/2020
Huawei usa robôs em centro de distribuição no Brasil com uso do 5G industrial

04/08/2020
Reino Unido contraria teles e confirma leilão 5G para janeiro de 2021

29/07/2020
Investimentos em 5G vão dobrar em 2020 e serão maiores que 4G até 2022

29/07/2020
Estados Unidos fazem ameaça velada ao Brasil por 5G

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site