23/01/2020 às 13:05
Carreira


Trabalhadores de São Paulo rompem com o sindicato das empresas de TI
Convergência Digital

O Sindicato dos Trabalhadores de TI de São Paulo, o Sindpd, não vai mais negociar com o sindicato patronal, o Seprosp. A decisão foi tomada ao final da primeira rodada onde, de acordo com o Sindpd, houve falta de respeito nas conduções das discussões.

Agora, o Sindicato vai encaminhar um circular para todas as empresas de São Paulo propondo as negociações individuais, tendo por base a pauta aprovada nas assembleias de dezembro. Uma delas é o pedido de reajuste de  6,48% e a manutenção das atuais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho.

"Por respeito à nossa história, decidimos que não vamos ouvir e nem tolerar qualquer tipo de indecência. Vamos discutir diretamente com as empresas e buscar acordos que garantam salários dignos e a manutenção de todos os direitos. Quem quiser retirar direito de trabalhador não vai ter aval dessa diretoria", argumentou Antonio Neto. O Seprosp prefere não se pronunciar sobre a questão.



Powered by Publique!