Home - Convergência Digital

Trabalhadores de São Paulo rompem com o sindicato das empresas de TI

Convergência Digital - 23/01/2020

O Sindicato dos Trabalhadores de TI de São Paulo, o Sindpd, não vai mais negociar com o sindicato patronal, o Seprosp. A decisão foi tomada ao final da primeira rodada onde, de acordo com o Sindpd, houve falta de respeito nas conduções das discussões.

Agora, o Sindicato vai encaminhar um circular para todas as empresas de São Paulo propondo as negociações individuais, tendo por base a pauta aprovada nas assembleias de dezembro. Uma delas é o pedido de reajuste de  6,48% e a manutenção das atuais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho.

"Por respeito à nossa história, decidimos que não vamos ouvir e nem tolerar qualquer tipo de indecência. Vamos discutir diretamente com as empresas e buscar acordos que garantam salários dignos e a manutenção de todos os direitos. Quem quiser retirar direito de trabalhador não vai ter aval dessa diretoria", argumentou Antonio Neto. O Seprosp prefere não se pronunciar sobre a questão.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/06/2021
TRT desiste de mediar patrões e empregados de TI em São Paulo

28/05/2021
Empresas de TI no Distrito Federal propõem reajuste de 2,37%

27/05/2021
Audiência do Dissídio coletivo de TI em São Paulo é adiada para 09 de junho

12/05/2021
Dissídio de TI São Paulo: Patrões e empregados seguem sem acordo

04/05/2021
TRT julga dissídio coletivo de 2020 dos profissionais de TI em São Paulo

11/03/2021
Funcionários da Procergs encerram greve de 50 dias

05/03/2021
Empresa de TI é obrigada a pagar PLR depois de disputa judicial

01/02/2021
Impasse entre patrões e empregados, faz TRT/São Paulo convocar Ministério Público do Trabalho

18/01/2021
Em São Paulo, sem acordo em 2020, patrões e empregados de TI discutem Convenção 2021

18/01/2021
Trabalhadores da Procergs entram em greve por aprovação de acordo coletivo 2020

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Redes Neurais darão bons programadores?

Por Francisco Camargo*

A pergunta que fica não é se a inteligência artificial vai substituir os programadores, mas quando isso acontecerá.Esse desenvolvimento terá profundo impacto na educação das crianças e no futuro dos seus empregos.

Destaques
Destaques

Contratações em TIC cresceram 300% no 1ºtri e ainda assim foram insuficientes

Entre janeiro e março foram abertas 52.743 novas vagas, frente as 59.193 criadas ao longo do ano passado, segundo a Brasscom.

TRT-2 valida demissão feita pelo WhatsApp

A 18ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região confirmou a demissão de uma educadora de ensino infantil justificando que a OTT se 'tornou um grande aliado, especialmente em 2020, como ferramenta de comunicação como qualquer outra'.

DPOs e analistas de compliance LGPD estão em alta no mercado de trabalho

Dezoito profissões do futuro do trabalho começam a ganhar corpo no Brasil, conforme a consultoria Robert Half.BI e CRM estão também em alta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site