TELECOM

TIM é nomeada empresa Pró-Ética pela Controladoria-Geral da União

Convergência Digital ... 12/12/2019 ... Convergência Digital

A TIM agora compõe o seleto grupo de organizações reconhecidas pela Controladoria-Geral da União (CGU) como Empresa Pró-Ética, iniciativa que existe com o objetivo de promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente. A companhia é a primeira do setor de telecomunicações a receber essa certificação, anunciada durante a 1ª Conferência Internacional de Promoção da Integridade, em Brasília, ocorrida nesta quinta-feira, 12/12.

“É um reconhecimento público muito significativo, que reitera nosso compromisso de adesão às melhores práticas. É um resultado coletivo, que envolve todas as áreas da companhia e agrega valor à marca e à imagem da empresa”, destaca Pietro Labriola, CEO da TIM Brasil. Para receber essa habilitação, o Programa de Integridade da TIM passou por uma criteriosa avaliação de um comitê gestor formado por membros da CGU, do Instituto Ethos, da B3, entre outros. Neste ano, 373 empresas deram entrada no programa e, ao final, 26 receberam a aprovação.

“Com o objetivo de promover a transparência e o combate à corrupção, nos mais altos padrões éticos, trabalhamos em pilares que envolvem o comprometimento da alta direção, políticas e procedimentos sobre o tema, treinamentos de prevenção à corrupção, análise e monitoramento contínuo de riscos, entre outras iniciativas”, acrescenta Piero Formica, diretor de Compliance da TIM Brasil.


Internet Móvel 3G 4G
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

"A Huawei é um provedor importante no acesso e no core e estamos monitorando o que está acontecendo no mundo, mas não há nenhum problema hoje", sustentou o CEO da operadora, Christian Gebara. Sobre o 5G, o executivo disse que há de esperar pelas medidas finais e que a Vivo vai investir mais em 4G e em fibra. "São essenciais para o 5G".

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Dataprev contrata Claro por R$ 236 mil para ter fibra ótica no Rio de Janeiro

Contrato, publicado no Diário Oficial da União, prevê a interligação dos prédios do data center da estatal de TI no Rio de Janeiro à filial na mesma cidade, no bairro de Botafogo.

Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

Ex-deputado Daniel Vilela vai presidir a Aliança Conecta Brasil F4, que nasce com apoio da Huawei, FiberX e da consultoria Teleco, mas quer novos associados. “Não existe economia digital sem infraestrutura”, afirma.

Apple é multada por reduzir desempenho de iPhones antigos

Sanção de 25 milhões de euros foi imposta pelo órgão da concorrência da França. Empresa admitiu em 2017 que reduz deliberadamente a performance de vários modelos mais velhos.

Femtocells terão tratamento igual a dos roteadores Wi-Fi na Anatel

Decisão foi tomada pela Anatel para massificar o uso das antenas de baixa frequência e que amplificam o sinal da telefonia móvel. Até então restritas apenas às operadoras, as femtocells poderão ser compradas e instaladas pelo consumidor.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G