SEGURANÇA

Governo terá guia para implantar a LGPD nos órgãos públicos

Luís Osvaldo Grossmann ... 05/12/2019 ... Convergência Digital

A menos de 200 dias da vigência da Lei Geral de Dados Pessoais, o governo federal enfrenta tantas, ou mais, dificuldades para cumprir as exigências da nova legislação. Em um trabalho paralelo com a transformação digital dos serviços públicos, a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia também se debruça, no papel de ente central da TI federal, em como orientar os órgãos públicos nessa adaptação. 

“A Lei Geral de Proteção de Dados é multidisciplinar. Envolve a segurança da informação, mas também a área jurídica, administrativa, ouvidoria, comunicação. Temos um trabalho forte de segurança cibernética na LGPD e com o Comitê Central de Governança de Dados esse tema vai ser tratado ali. Estamos elaborando um guia, a ser lançado daqui alguns meses, com orientações para a administração pública em relação a implementação da LGPD, com roadmap envolvendo não só a questão de segurança, mas também essas áreas multidisciplinares”, explica o coordenador-geral de segurança da informação da SGD, Anderson Souza. 

Como defendeu ao participar do 7º seminário Cyber Security – Gestão de Risco no Governo, promovido pela Network Eventos em Brasília, a segurança cibernética exige compartilhamento de responsabilidades entre quem oferece, gerencia e usa os serviços. 

“A gente acredita no modelo de risco compartilhado entre o gestor, o fornecedor e o próprio cidadão que vai utilizar aquele serviço. Temos o trabalho de monitoramento de riscos das plataformas de governo digital e fazemos um trabalho junto com o GSI, junto com os fornecedores, Serpro, Dataprev, em relação a esse monitoramento. E isso envolve a implementação de controles de segurança cibernética, seja para prevenir ou mitigar os eventos de riscos nessas plataformas.” Assista a entrevista.


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Para Idec, ação comprova que Metrô de SP não garante segurança de reconhecimento facial

Segundo entidade, que move processo contra o Metrô, empresa falhou em não realizar estudo para implantar a tecnologia. 

Bancos querem prisão por até 18 anos para cibercriminosos

Instituições financeiras pedem a aprovação urgente do PL 2638, apresentado na Câmara, pelo deputado Marcelo Ramos, PR/AM, que impõe punição rigorosa às fraudes cibernéticas. "A impunidade é um incentivo", diz Adriano Volpini, do Itaú-Unibanco.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G