Convergência Digital - Home

Banco Central afrouxa regras de contratação de serviços na nuvem pelos bancos

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 30/09/2019

O Banco Central publicou nesta segunda, 30/9, uma nova resolução com ajustes na normativa que trata da contratação de serviços de computação em nuvem por instituições financeiras. Com a mudança, os bancos não precisam mais de autorização prévia para esses contratos, com uma exceção. 

A nova Resolução 4.752/19 modifica a 4.658, de abril de 2018, pela qual o BC passou a adotar normas para uso de nuvem, de forma a alterar o prazo de comunicação, antes no mínimo 60 dias antes da assinatura do contrato, para até 10 dias depois da contratação ou alteração. 

O BC, no entanto, manteve uma exceção. No caso de processamento e armazenamento de dados no exterior, é exigido que exista um convênio para troca de informações entre o Banco Central do Brasil e as autoridades supervisoras dos países onde os serviços poderão ser prestados. 

Essa exigência continua, mas caso a instituição financeira contrate serviços onde não existe esse tipo de convênio, aí sim será preciso uma autorização prévia do BC, com antecedência mínima de 60 dias. 


Destaques
Destaques

Havaianas priorizaram data analytics da SAP para enfrentar a crise

A tecnologia foi crucial para transformar os negócios, contou o CEO da Alpargatas, Roberto Funari, ao participar do SAPPHIRE NOW Reimagine.“As empresas estão passando por um grande teste de reputação, nunca elas estiveram tão expostas", reforçou o executivo.

Uso da nuvem vai triplicar no governo federal

“Para 2020, 140 órgãos diferentes sinalizaram intenção de contratar, sendo R$ 86 milhões em renovações e R$ 159 milhões em novos contratos”, revela o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site