Convergência Digital - Home

Augmented Analytics: a próxima onda na análise dos dados

Convergência Digital
Convergência Digital - 22/05/2019

Augmented Analytics- tecnologia que usa técnicas de aprendizado de máquina (ML) e Inteligência Artificial para transformar como o conteúdo da análise é desenvolvido, consumido e compartilhado - vai mudar o mercado de análise de dados nos próximos cinco anos, de acordo com o Gartner. A consultoria prevê que essa tecnologia, em conjunto com inteligência artificial explicável e inteligência contínua vão ser decisivas nos negócios de dados no mundo.

"A história de dados e análises continua evoluindo, desde o suporte à tomada de decisão interna até a inteligência contínua, produtos de informação e nomeação de diretores de dados", diz Rita Sallam, Vice-Presidente e Analista Diferenciada do Gartner. "É fundamental obter uma compreensão mais profunda das tendências tecnológicas que alimentam essa história em evolução e priorizá-las com base no valor comercial."

A analista afirma que os líderes de Data & Analytics deveriam examinar o impacto potencial dessas tendências nos negócios e ajustar adequadamente seus modelos de negócios e operações. Sem isso, essas companhias poderão perder vantagem competitiva para quem já aplica essas inovações. De acordo com Donald Feinberg, Vice-Presidente e Analista Diferenciado do Gartner, o grande desafio da ruptura digital – o excesso de dados – é criar uma oportunidade sem precedentes.

"O tamanho, a complexidade, a natureza distribuída dos dados, a velocidade de ação e a inteligência contínua exigida pelos negócios digitais significam que as arquiteturas e ferramentas rígidas e centralizadas desmoronam", afirma Feinberg. "A sobrevivência contínua de qualquer negócio dependerá de uma arquitetura ágil e centrada em dados que responda à taxa constante de mudança".

De acordo com o Gartner, até 2020, as ferramentas de Augmented Analytics serão dominantes no direcionamento para novas aquisições de soluções para análise e Business Intelligence (BI), assim como as plataformas de ciência de dados e aprendizado de máquina de análise incorporada. Os líderes de Data & Analytics devem planejar adotar Augmented Analytics à medida que os recursos da plataforma amadurecem.


LEIA TAMBÉM:
Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site