Home - Convergência Digital
Veja mais
Veja mais

Microsoft tem nova presidente no Brasil

Da redação - 14/01/2019

Após 3 anos e meio liderando a Microsoft Brasil, Paula Bellizia foi promovida a vice-presidente de Vendas, Marketing e Operações da Microsoft América Latina. Tânia Cosentino é a nova presidente da Microsoft Brasil. A executiva possui mais de 30 anos de experiência profissional e, desde outubro de 2018, ocupava a vice-presidência global de qualidade & satisfação do cliente da Schneider Electric, empresa na qual desenvolveu uma carreira de muito sucesso por 19 anos.

Ingressou em 2000 como gerente nacional de vendas, após 3 anos passou a ser diretora comercial e em 2009 assumiu a presidência da subsidiária brasileira. Em janeiro de 2013, foi promovida a presidente da empresa na América do Sul, com foco em preparar a Schneider Electric a liderar a transformação digital na região, em mercados como residencial, industrial, comercial, data centers, energia e infraestrutura para cidades inteligentes. Além disso, ela estimulou o desenvolvimento de soluções diferenciadas e sustentáveis com o objetivo de agregar valor aos negócios dos clientes. Tânia era também membro do Conselho Consultivo de Diversidade & Inclusão da empresa.

“Estou muito motivada a fazer parte da equipe da Microsoft Brasil, determinada a contribuir para o crescimento dos negócios, bem como para a aceleração da transformação digital de nossos clientes e parceiros. Admiro não apenas a história da Microsoft, sua capacidade inovadora e as pessoas apaixonadas, como também a sua missão: empoderar cada pessoa e cada organização no mundo a conquistar mais. Acredito que a tecnologia pode contribuir para resolver os principais desafios do planeta: a desigualdade, a pobreza e as mudanças climáticas. A tecnologia também pode alavancar a competitividade do Brasil e é ótimo poder contribuir para um futuro melhor do meu país”, afirmou no comunicado distribuído à imprensa.

Paula Bellizia liderou a Microsoft Brasil desde julho de 2015. Em sua nova posição como vice-presidente de Vendas, Marketing e Operações da Microsoft América Latina, Paula irá se concentrar em impulsionar os objetivos de negócios e estratégias da Microsoft em torno da transformação digital e inteligência artificial, em 35 escritórios de 21 países, com mais de 2.000 funcionários e 80.000 parceiros de negócios em toda a região.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/02/2021
Microsoft anuncia cobertura do Microsoft 365 Multi-Geo para o Brasil

11/01/2021
Goiás adere à redução de preços negociados pelo governo federal com a Microsoft

18/11/2020
CGU passa a armazenar dados no Brasil com novo datacenter da Microsoft

11/11/2020
Marcelo Menta assume vice-presidência de Vendas de Nuvem da Microsoft

06/11/2020
Pregão de R$ 48,7 milhões de Office 365 é reaberto sem mudanças no edital

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

20/10/2020
Microsoft elege o Rio de Janeiro para novo datacenter no Brasil

06/10/2020
Governo vai comprar 160 mil licenças Office 365 em pregão estimado em R$ 48,7 milhões

22/07/2020
Slack acusa Microsoft de impor o Teams vinculado ao Office

09/07/2020
MPF obriga Microsoft a pedir consentimento para usar dados do Windows 10

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Muito além do modismo. Muito prazer, Python!

Por Guilherme Lima*

Além de aumentar a produtividade do desenvolvedor, muitas vezes, a linguagem Python vai além de linguagens compiladas ou estaticamente tipadas, como C, C ++ e Java. É importante lembrar que o código Python tem, normalmente, de um terço a um quinto do tamanho do código C ++ ou Java, por exemplo. Isso significa que há menos para digitar, depurar e menos para manter após o fato.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site